Descrição

O principal propósito da coleção botânica do INMA é documentar a flora da Mata Atlântica, cujo acervo é formado por fungos, líquens, algas, briófitas, samambaias, licófitas, gimnorpermas e angiospermas.

O herbário MBML (Museu de Biologia prof. Mello Leitão) foi criado pelo naturalista Augusto Ruschi, ao agregar a sua coleção pessoal, exemplares de plantas doados pela Secretaria de Agricultura, Terras e Colonização do estado do Espírito Santo, na década de 50. Atualmente, possui aproximadamente 53 mil registros e 2,08% deles são tipos nomenclaturais. O principal propósito da coleção botânica do INMA é documentar a Flora da Mata Atlântica. O acervo é formado por fungos, líquens, “algas”, “briófitas”, samambaias, licófitas, gimnorpermas e angiospermas. Este se encontra conservado em meio líquido (flores e amostras de “algas”), como exsicatas (ramos secos com folhas, flores e frutos), na xiloteca (amostras de madeira) e na carpoteca (exemplares de frutos secos).

O herbário MBML está vinculado ao INCT – Herbário Virtual da Flora e dos Fungos, o qual incentiva que coleções de fungos e plantas disponibilizem seus registros, com livre acesso a um público diversificado, incluindo a comunidade científica.

Cobertura taxonômica

Reinos cobertos incluem: Fungi and Plantae.

Número de specimens na coleção

Clique na guia Registros e Estatísticas para acessar os registros do banco de dados que estão disponíveis no SiBBr.

Estatísticas de uso

Ùltima atualização de metadados em 2019-10-15 14:55:01.0

Registros digitalizados disponíveis através do SiBBr

Procurando... o Número de registros que pode ser acessado através do SiBBr Clique para exibir todos os registros para o Herbário Museu de Biologia Mello Leitão collection

Nenhum registro está disponível para visualização no SiBBr.

Imagens desta coleção