Description

O Herbário Rioclarense pertence ao Instituto de Biociências da UNESP, campus de Rio Claro, e foi oficialmente fundado em 23 de junho de 1977, pelo Prof. Dr. Giorgio de Marinis, que se tornou também seu primeiro curador. Em agosto de 1978, o Herbário Rioclarense obteve seu registro internacional junto à International Association for Plant Taxonomy (IAPT), com a sigla HRCB. Atualmente a curadoria do herbário é do Prof. Dr. Julio Antonio Lombardi. Possui cerca de 40 mil exsicatas, principalmente de fanerógamas, com maior destaque para plantas dos cerrados e florestas semidecíduas da região principalmente de Itirapina e Corumbataí e duplicatas de determinados taxa recebidas de herbários brasileiros e do exterior, como Celastraceae, Bignoniaceae, Nyctaginaceae, Styracaceae, Vitaceae e Lauraceae. Além destas, conta com algumas coleções específicas, como de Picinguaba – Ubatuba e de Saibadela – Sete Barras. Em menor número, o acervo possui coletas de briófitas e pteridófitas. Alguns grupos taxonômicos que contou ou conta com especialistas na Instituição, como Bignoniaceae, Nyctaginaceae e Styracaceae, são melhores representados constituindo uma das mais importantes coleções de plantas do Estado de São Paulo.

Taxonomic range

Kingdoms covered include: Plantae.

Number of specimens in the collection

Click the Records & Statistics tab to access those database records that are available through the atlas.

Usage statistics

Metadata last updated on 2019-08-09 15:16:43.0

Digitised records available through the Atlas

Looking up... the number of records that can be accessed through the SiBBr Click to view all records for the Herbário Rioclarense collection

No records are available for viewing in the SiBBr.

Images from this collection