Descrição

O material da coleção de ictiofauna permitirá que mais de 250.000 exemplares sejam alocados gradualmente nesta coleção. Atualmente, 10.400 lotes estão tombados e distribuídos em 800 espécies coletadas desde o rio Guaporé (MT), passando pelas corredeiras do rio Madeira (RO), até a foz (AM), constituindo-se em uma das regiões mais bem amostradas na Amazônia.

É importante ressaltar que a coleção tem tido um papel importante na descrição de novas espécies de peixes e conta com o depósito de dois parátipos, sendo de uma espécie descrita em 2011, Scorpiodoras liophysus (UFRO-I 3471), e de outra espécie em processo de descrição, Brachyhypopomus sp. n. (UFRO-I 7928). Em complemento, esta coleção compõe uma das mais completas referências aos peixes bentônicos de calha e possui exemplares de táxons raros em coleções, muitas vezes novos, como Potamotrygonidae, Aspredinidae (Xyliphius melanopterus, Amaralia sp., espécimes de possível novo gênero), Characidae (Amazonspinther dalmata, Microschemobrycon guaporensis, espécies novas de Moenkhausia,Hemigrammus), Loricariidae (Lamontichthys, Hemiancistrus), Gymnotiformes (Archolaemus eBrachyhypopomus), Lepidoserinidae (Lepidosiren paradoxa) e de peixes subterrâneos (Phreatobius).

No que diz respeito a coleção de tecidos – ictiofauna, esta conta com sala de 17 m2, que receberá todos os tecidos de peixes que são coletados no rio Madeira e armazenados em freezers. Esta coleção receberá imediatamente dois freezers com mais de 10.700 tecidos catalogados de pelo menos 500 espécies de peixes do rio Madeira. Cerca de 2000 tecidos incorporarão esta coleção em curto prazo. A coleção de tecidos receberá um sistema de curadoria própria, mas altamente sinergética com os demais laboratórios, especialmente com a coleção científica de peixes (úmida e seca). A manutenção de uma coleção de tecidos é crucial para subsidiar e estimular pesquisas nas áreas de genética.

A infraestrutura para abrigar a coleção contempla sala de 230 m2 e uma antessala com 13m2com condições de luminosidade e temperatura adequadas ao armazenamento seguro de todo o material ictiológico, mantido em etanol 70%. Com relação a coleção úmida, esta receberá cerca de 100 estantes de metal já adquiridas pelo laboratório para organização dos lotes, além de cerca de 25 tambores para espécimes de grande porte.

Cobertura taxonômica

Número de specimens na coleção

Clique na guia Registros e Estatísticas para acessar os registros do banco de dados que estão disponíveis no SiBBr.

Estatísticas de uso

Ùltima atualização de metadados em 2019-06-04 10:33:23.0

Registros digitalizados disponíveis através do SiBBr

Procurando... o Número de registros que pode ser acessado através do SiBBr Clique para exibir todos os registros para o Coleção Ictiofauna UNIR collection

Nenhum registro está disponível para visualização no SiBBr.

Imagens desta coleção