Descrição

Setor de Herpetologia (anfíbios e répteis): A formação das coleções herpetológicas contou com o trabalho de pesquisadores eminentes, como Alípio Miranda Ribeiro, Adolpho e Bertha Lutz. A coleção de anfíbios conta atualmente com cerca de 90.000 exemplares e a coleção de répteis cerca 30.000 exemplares. Entre holótipos, parátipos e sintipos a coleção anfíbios (MNRJ) conta com cerca de 280 espécies nominais enquanto a coleção Adolpho Lutz (AL-MN) possui com cerca de 70 espécies nominais. A coleção de tipos de répteis possui atualmente cerca de 60 espécies nominais, enquanto a coleção Adolpho Lutz conta com tipos de cinco espécies nominais.

As coleções científicas do Museu Nacional iniciaram-se no século XIX, reunindo o mais importante acervo de História Natural da América Latina. Trabalharam nas coleções do Museu Nacional herpetólogos ilustres como Antonio Pizarro, Adolpho Lutz, Alípio de Miranda Ribeiro, Bertha Lutz e Antenor Leitão de Carvalho. O Setor de Herpetologia abriga as coleções herpetológicas atualmente mais consultadas por pesquisadores e estudantes de pós-graduação no âmbito da América Latina com uma média de 65 visitantes e 110 empréstimos por ano. Atualmente a coleção de anfíbios conta com mais de 90.000 exemplares devidamente catalogados, sendo o segundo maior acervo da América Latina e a coleção mais representativa em número de espécies e exemplares tipo da América do Sul.

Cobertura taxonômica

Reinos cobertos incluem: Animalia.

Número de specimens na coleção

Clique na guia Registros e Estatísticas para acessar os registros do banco de dados que estão disponíveis no SiBBr.

Estatísticas de uso

Ùltima atualização de metadados em 2019-08-22 20:20:06.0

Registros digitalizados disponíveis através do SiBBr

Procurando... o Número de registros que pode ser acessado através do SiBBr Clique para exibir todos os registros para o Coleção de Anfíbios do MNRJ collection

Nenhum registro está disponível para visualização no SiBBr.

Imagens desta coleção