Museu Nacional do Rio de Janeiro

Acronym: MNRJ

Description

O Museu Nacional é uma instituição autônoma, integrante do Fórum de Ciência e Cultura da Universidade Federal do Rio de Janeiro, vinculada ao Ministério da Educação que completou 200 anos em 2018.

Com perfil acadêmico e científico oferece exposições e realiza atividades de pesquisa e ensino, cumprindo a finalidade precípua de produção e disseminação do conhecimento nas áreas de ciências naturais e antropologia.

Contribution to the Atlas

Garantir o acesso à informação para produção de conhecimento nas áreas de Ciências Naturais e Antropológicas, apoiando as atividades de ensino, pesquisa e extensão do MNRJ assumindo a responsabilidade de salvaguardar o patrimônio científico e cultural.

Collections

  1. Coleção Entomológica do MNRJ O Departamento de Entomologia do Museu Nacional teve a sua origem em 1842, em princípio como um dos setores da antiga Seção de Zoologia, tendo em 1916 adquirido o status de Laboratório de Entomologia Geral e Agrícola. A partir de 1971, já no âmbito da UFRJ, passou a ser reconhecido como um departamento distinto...
  2. Coleção Ictiológica do MNRJ A Coleção Ictiológica (MNRJ) do Museu Nacional, Universidade Federal do Rio de Janeiro, é uma das maiores e mais antigas coleções científicas de peixes do Brasil, contando com um acervo iniciado no final do Século XIX. A Coleção contém mais de 46.000 lotes de peixes, totalizando cerca de 500.000 espécimes...
  3. Coleção de Anfíbios do MNRJ Setor de Herpetologia (anfíbios e répteis): A formação das coleções herpetológicas contou com o trabalho de pesquisadores eminentes, como Alípio Miranda Ribeiro, Adolpho e Bertha Lutz. A coleção de anfíbios conta atualmente com cerca de 90.000 exemplares e a coleção de répteis cerca 30.000 exemplares...
  4. Coleção de Aves do MNRJ Coleções zoológicas são centros de produção e difusão do conhecimento básico sobre a biodiversidade e distribuição da fauna do Brasil. A coleção do Setor de Ornitologia do Museu Nacional / UFRJ abriga um dos maiores acervos do país. Desde sua fundação, em 1915, esta instituição tem se empenhado em amostrar as espécies representantes dos principais biomas brasileiros.
  5. Coleção de Crustacea do MNRJ A Coleção de Crustacea do Museu Nacional/UFRJ é uma das maiores da América Latina e foi iniciada ainda no início do século XX, como resultado das coleções de Carlos Moreira, pesquisador alocado no Departamento de Entomologia...
  6. Coleção de Echinodermata do MNRJ A atividade de curadoria (manutenção e ampliação) da coleção de Zoológica de Echinodermata é desenvolvida pelo Setor de Echinodermata do Museu Nacional/UFRJ. Iniciada em 1960 pelo Professor Ignácio Aureliano Machado Brito, esta coleção conta com mais de 4000 lotes tombados de espécies de águas brasileiras (costeiras e profundas), do ambiente antártico e de outras partes do mundo...
  7. Coleção de Mamíferos do MNRJ O Setor de Mastozoologia do Depto. de Vertebrados do Museu Nacional / UFRJ abriga a maior coleção de mamíferos do Brasil. Este acervo vem sendo reunido em projetos desenvolvidos por pesquisadores do Museu Nacional e de outras instituições nacionais e estrangeiras, constituindo-se no material testemunho de uma parcela significativa dos estudos em Mastozoologia desenvolvidos no Brasil.
  8. Coleção de Miriapoda e Arachnida do MNRJ A coleção de aracnídeos e miriápodes do MNRJ é a mais importante da América Latina, abrigando cerca de 2.000 espécimes-tipo. A coleção de Opiliones é a segunda mais importante do mundo, com cerca de 40.000 exemplares registrados.
  9. Coleção de Mollusca do MNRJ A Coleção de Mollusca do Museu Nacional/UFRJ é uma das mais antigas e representativas do Brasil. Abriga mais de 40.000 lotes de moluscos marinhos, terrestres e límnicos, do Brasil e do exterior. Estão depositados cerca de 630 lotes de exemplares tipos, entre holótipos, parátipos, neótipos e sintipos.
  10. Coleção de Porífera do MNRJ A coleção de Porifera da UFRJ é a maior e mais importante coleção de esponjas da América Latina. Atualmente (12/2012), ela beira os 24000 espécimes, mais de 500 dos quais são espécimes-tipo, ou fragmentos dos mesmos, e mais de 600, espécimes testemunho de pesquisas em bioprospecção por novas moléculas bioativas com potencial de uso farmacológico...
  11. Coleção de Répteis do MNRJ As coleções de anfíbios e répteis são continuamente acrescidas por trabalhos de campo de seus pesquisadores e como instituição depositária de numerosos estudos. Recebe ainda material oriundo de outras fontes, como permutas e doações, mediante solicitações feitas diretamente aos curadores. Atualmente a coleção de anfíbios, conta com mais de 90.000 e a de répteis com cerca de 30.000 exemplares...
  12. Herbário R do MNRJ O Herbário R consta do Index Herbariorum com a sigla R, e estima-se que a coleção possua cerca de 550.000 exemplares, sendo 95% destes de plantas vasculares. Além dos números da coleção, o Herbário apresenta grande importância histórica por ter como depositários Glaziou, Freire Allemão, Brade, Hoehne, Lutz, Riedel, Schwacke, Sellow, e o próprio Imperador Dom Pedro II...

Usage statistics

Loading...

Digitised records

Looking up... the number of records that can be accessed through the SiBBr.

Click to view records for the Museu Nacional do Rio de Janeiro.

Metadata last updated on 2019-06-01 09:32:40.0